Inflação do Carro: preços caem pelo segundo mês seguido

– Queda de preço dos combustíveis levaram a segunda deflação seguida
Servicos_lavagem
A Inflação do Carro da Agência Autoinforme, pesquisa os preços de produtos e serviços que o motorista usa para andar de carro e fazer a manutenção preventiva.
E pela primeira vez em muitos anos o índice é negativo por dois meses consecutivos. Em abril houve uma deflação de 1,05% e em maio os preços caíram 0,96%. Estamos vivendo portanto um período raro de deflação dos preços.
No acumulado do ano, a Inflação do Carro é de apenas 0,8%, portanto bem abaixo da inflação registrada pelo IPC da Fipe, que é de 0,57% em maio e 4,37% no acumulado do ano.
Mais uma vez o índice negativo foi impulsionado pela queda do preço dos combustíveis. Em maio a gasolina ficou 1,5% mais barata e o etanol teve forte recuo de 4,7%. Juntos os combustíveis respondem por 31% do total dos gastos com o carro, por isso as oscilações de preço nesses itens geram forte impacto no resultado final da Inflação do Carro.
Além dos combustíveis outros itens caíram de preço em maio, caso do estacionamento, que ficou 0,8% mais barato e o preço da bateria recuou 0,5%.
Mão de obra, revisão do carro e óleo do motor também ficaram mais baratos em maio.
Os demais itens que compõem a Inflação do carro subiam de preço. As maiores altas foram da lavagem, da pastilha e a lona de freio.
Fonte: UOL Carros

Translate »