CNH Digital não está sendo aceita pelas locadoras de carros

O leitor Jean Reina entrou em contato com o NA sobre a não aceitação da CNH Digital por parte de locadoras de veículos, no caso as empresas Unidas, Movida e Localiza/Hertz. De acordo com ele, as empresas citadas não estavam aceitando a CNH Digital. De acordo com Reina, o documento não era válido no caso da empresa Movida e não poderia ser digitalizado na Unidas.

O NA então entrou em contato com as assessorias de imprensa destas empresas (Unidas e Movida) e também com o atendimento da Localiza/Hertz para levantar a posição sobre o assunto. Em nota, a Unidas declarou o seguinte:

“A Unidas informa que para alugar um automóvel é necessária a apresentação de CNH válida em território nacional, original e impressa. Essa exigência foi estabelecida por critérios internos da Companhia e a própria legislação; sobre o tema é uma novidade e não possui abrangência em nível nacional.”

Ainda sobre a Unidas, conseguimos a informação de que a não aceitação também estaria vinculada com a adesão ou não do estado em que o veículo estaria sendo alugado, lembrando que nem todos os estados aderiram à CNH Digital de imediato. Já a Movida também se pronunciou sobre o assunto, com uma nota que segue na íntegra:

“Desde que a CNH Digital foi implementada, a MOVIDA a aceita. Ao apresentar a CNH digital, o atendente solicita o link para baixá-la ao cliente e faz a conferência de validade junto ao Detran pois o documento, mesmo com data válida, pode estar cassada ou suspensa.”

No caso da Localiza/Hertz, a informação do atendimento ao cliente da empresa diz que a CNH Digital é aceita, mas somente nos estados que aderiram ao documento digital. Em relação a estes, os estados do Amapá, Bahia, Ceará e Pará não haviam emitido de imediato o documento digitalizado por problemas localizados, mas o prazo legal para todos os estados obrigatoriamente introduzirem a CNH-e é 30 de junho.

Como consigo essa CNH-e?

Assim, a CNH Digital, válida em todo o território nacional, estará à disposição dos motoristas interessados a partir de julho. E como conseguir o documento digital? Toda carteira de habilitação emitida a partir de maio de 2017 possui um QR Code no verso do documento. Para quem tem o documento renovado a partir dessa data, pode se inscrever no Portal de Serviços do Denatran para se cadastrar.

Depois disso, baixe o aplicativo da CNH-e no Google Play Store (Android) ou Apple iTunes (iOS). Ao abrir o app, verifique se o certificado digital já está disponível para sua CNH. Se estiver, solicite o código de confirmação que será enviado por e-mail. Para ter acesso ao documento, insira o CPF e a senha (a mesma do portal do Denatran) e digite o código de ativação. Após isso, crie uma senha de 4 dígitos para ter acesso ao documento digital.

Após todo esse processo burocrático-eletrônico, finalmente a CNH-e está ativa. Mas isso é apenas quando tudo está correto. E quando não está? Lá vem mais burocracia do estado brasileiro. Se sua CNH foi renovada antes de maio de 2017, espere até a renovação do documento para ter o QR Code no documento. Quando isso ocorrer, vá imediatamente ao Detran para cadastrar-se na certificação digital. Após isso, faça os passos seguintes, citados acima.

No meio do caminho, há mais burocracia também! Mesmo quem tem o QR Code na CNH, não garante a certificação digital. Assim, quando baixar o app e ele não indicar essa certificação, não desista! Vá ao Detran e cadastre-se. Depois faça todo o processo restante para finalmente poder ter o “direito” à CNH-e. Enfim, para quem tem paciência e tempo, esse é o caminho para deixar a boa e velha CNH em casa. Só precisa manter o smartphone carregado, é claro…

Agradecimentos ao Jean.

Fonte: Notícias Automoticas | Ricardo de Oliveira

Translate »