Locadoras compraram 360 mil veículos em 2017

Número equivale a 16,6% dos emplacamentos do ano passado; faturamento do setor cresceu acima dos 10% 

s locadoras compraram em 2017 um total de 359,7 mil veículos, volume 65% maior do que os negócios realizados no ano anterior. A frota total das empresas passou de 660 mil para 700 mil unidades. O faturamento bruto cresceu 12,3% ao anotar R$ 15,5 bilhões. O líquido registrou alta pouco menor, de 11,6%, com R$ 13,5 bilhões. Os números foram revelados pela Associação Brasileira das Locadoras de Veículos (Abla).
O maior volume de negócios em 2017 foi fechado com a General Motors. A montadora forneceu 70,6 mil veículos, praticamente o dobro de 2016 (36,9 mil). Somente do Chevrolet Onix foram 37,9 mil unidades. A FCA Fiat Chrysler aparece agora em segunda posição, com 69,1 mil veículos.

Eles perderam o primeiro lugar por causa da saída de linha do Fiat Palio”, afirma Paulo Miguel Júnior, presidente do conselho da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla)

A Renault foi a terceira no ranking, com 57 mil unidades repassadas às locadoras em 2017. De acordo com a Abla, 80% da frota das associadas é formada por hatches e sedãs pequenos.

De 2016 para 2017 a idade média da frota diminuiu de 20,7 para 18 meses e deve baixar ainda mais em 2018, quando as empresas pretendem comprar 400 mil veículos ou mais.
O número de locadoras avançou 2,5%, de 11,2 mil para 11,5 mil empresas em 2017. O total de usuários atingiu 27,2 mil, registrando alta de 17,2% sobre o ano anterior. O presidente da Abla acredita que 30 mil carros foram alugados no ano passado por motoristas de aplicativo, o equivalente a pouco mais de 4% da frota total. “Ainda é um número baixo e estimado apenas. Pode crescer”, afirma o presidente da Abla.
A terceirização de frotas respondeu por 58% dos negócios em 2017, mesmo porcentual registrado em 2016. Já a parcela do turismo de lazer baixou de 25% (2016) para 23% (2017), enquanto o turismo de negócios avançou de 17% para 19%.

 

Assista ao vídeo com o presidente da Abla e os dados do setor:

https://youtu.be/hrA149gEdkY

Fonte: Autmotive Business

Translate »