Locadoras sentem queda nas tarifas corporativas do 1T18

No primeiro trimestre deste ano, tanto o Avis Budget Group quanto a Hertz Global Holdings reportaram crescimento de receita e um ambiente de preços mais favorável. Porém, ambas as locadoras afirmaram que as taxas de aluguel de carros corporativos tiveram queda neste período.

Para a Avis Budget, a receita nas Américas aumentou 3% ano a ano, para US$ 1,3 bilhão. Os dias de aluguel aumentaram 3% e os preços ficaram estáveis. O CFO da empresa, Martyn Smith, conta que o volume comercial se manteve estável, embora os negócios de pequenas e médias empresas mostrassem “forte crescimento”.

A receita da Hertz nos Estados Unidos subiu 5% ano a ano, para US$ 1,4 bilhão. Os dias de locação aumentaram 6% e a receita diária diminuiu 1%. A CEO, Kathryn Marinello, afirma que a empresa, tendo melhorado a qualidade dos carros e dos serviços e contando com o apoio de uma forte equipe comercial, vem ganhando mais participação corporativa nos últimos meses. Porém, “há claramente uma pressão para a queda nos preços”, segundo ela, no que se refere a aluguéis de empresas em locais de aeroportos.

Fora das Américas, os dias de aluguel da Avis Budget subiram 9% ao ano, com a receita por dia de locação (excluindo os efeitos da taxa de câmbio) reduzida em 2%. Os valores mais baixos são resultado do crescimento do negócio de vans comerciais da empresa e do crescimento em mercados onde a receita auxiliar tende a ser menor, de acordo com Smith. A demanda comercial fora das Américas aumentou 11% e foi mais forte na Itália, Austrália e Espanha, segundo ele.

Para a Hertz, os dias de aluguel fora dos EUA caíram 2%, com a receita diária subindo 5%. O CFO Tom Kennedy atribuiu o declínio à venda de suas operações no Brasil para a Localiza no ano passado. Excluindo esse fator, os dias de locação aumentaram 4% e a receita diária aumentou 2%. A forte demanda de lazer na Europa contribuiu para este fator, segundo Kennedy.

A Avis Budget reportou um prejuízo líquido de US$ 87 milhões no trimestre, uma melhoria de US$ 20 milhões em relação ao mesmo período do ano passado. Para a Hertz, a perda foi de US$ 202 milhões, também uma melhora de cerca de US$ 20 milhões.

Translate »