Hertz a um passo de ser Localiza

Salim-Matar-I1

EXPECTATIVA – Diretor-presidente Eugênio Mattar fez ontem teleconferência para analistas e investidores do mercado
A mineira Localiza, a maior locadora de veículos da América Latina, vive a expectativa pela aprovação da compra da Hertz Brasil. O negócio não deve enfrentar grandes empecilhos, de acordo com a avaliação do diretor-presidente, Eugênio Mattar.
O executivo esclareceu que a empresa já protocolou os documentos necessários no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), e que, agora, cabe à Localiza aguardar a publicação do parecer final.
“Talvez abril ou maio seja o período em que o Cade vá responder ”, disse Mattar ontem, durante teleconferência realizada com analistas e investidores.
“A princípio, não vemos dificuldade para a aprovação, mas te mosque percorrer todos os caminhos para que elas seja liberada ”, acrescentou o diretor-presidente da empresa mineira.
Entre os fatores que sustentam o otimismo da Localiza está a pulverização do mercado de aluguel de veículos no Brasil, que atualmente conta com cerca de 7.500 empresas e não apresenta restrições para a entrada de novos players.
Em dezembro de 2016, a Localiza anunciou a com pra da Hertz Brasil com a Hertz Corporation. A aquisição teve o valor estimado em R$ 337 milhões, que corresponde ao valor do patrimônio líquido mais a dívida da companhia.
O valor final, no entanto, será definido de acordo com o balanço da Hertz Brasil a ser levantado na data de conclusão do negócio.
Com a aquisição, a Localiza Fleet assumirá uma frota de cerca de 9.200 carros da Hertz Brasil, que inclui cerca de 3.700 automóveis no negócio de gestão de frotas.
O segmento de aluguel de carros da Hertz Brasil possui em torno de 5.500 veículos e uma rede de 42 agências, sendo 16 localizadas em aeroportos .Essa rede não inclui agências de franqueados.
ESTRATÉGIAS
Em entrevista ao Hoje em Dia realizada em agosto de 2016, o diretor-presidente Eugênio Mattar já confirmava que a empresa havia se preparado para a crise econômica. E muito bem.
“Gostamos de desafiar o momento difícil”, afirmou ele à época ,que comemorava os bons números alcançado s no segundo trimestre de 2016. Investimentos, redução de custos, renegociação de dívidas e novas estratégias foram fundamentais, ressaltou o executivo no ano passado. De abril a junho do ano passado, o lucro e a receita líquida cresceram 1,4% na comparação como mesmo período de 2015. “É um resultado significativo na atual conjuntura do país”, defendeu Mattar em agosto.
Segundo o executivo, pesou mais no resultado favorável da empresa o volume maior de aluguel de carros (10,6%) no segundo trimestre de 2016 ante igual período de 2015. Já a venda de seminovos, outro ramo de atuação da Localiza, ficou estável no respectivo período.
Mattar já pensava em abocanhar fatia maior de um mercado de concorrência acirrada. Segundo ele, a estratégia foi se capitalizar, fortalecer o caixa e renegociar as dívidas. “Sabíamos que o mercado iria restringir crédito, os juros iriam aumentar e as empresas passariam por dificuldades. Então a Localiza, por ser uma empresa que tem uma posição sólida em termos econômico- financeiros, preparou-se para esse momento difícil”, disse Mattar no ano passado.
337 MILHÕES DE REAIS
VALOR ESTIMADO DO NEGÓCIO FECHADO EM DEZEMBRO DE 2016
Fonte: Hoje em Dia – Impresso – Flip

Translate »