Aplicativo lançado em Belo Horizonte permite alugar carro particular

Se porventura seu automóvel esteja em manutenção ou você queira trabalhar com um carro diferente em um dia qualquer e também dar umas voltas com ele para ir a uma festa, um novo aplicativo em Belo Horizonte proporciona esta nova opção na capital. Lançado neste mês, o Parpe possibilita o aluguel de carros que permite ao proprietário de um automóvel alugar seu carro para outra pessoa, maneira diferentemente de modelos de negócios com frotas próprias de veículos para locação. Para isso, basta apenas logar com a sua conta no Facebook, entrar no App e sair pelas ruas.
O aplicativo tem como objetivo que as pessoas gerem renda com seus próprios bens e outras delas se beneficiem com custos mais reduzidos desses alugueis.
Captura de Tela 2016-11-09 às 20.36.29
Segundo o diretor executivo da plataforma, Lucio Gomes, este mercado ainda está apenas no início da expansão. “As pessoas estão se acostumando com esse novo modelo. Assim como qualquer novo negócio, e principalmente de internet, o maior desafio é as pessoas confiarem no novo modelo. Por isso, quanto mais simples e transparente formos, melhor é a experiencia do usuário, tanto o proprietário quanto o motorista”, afirma Gomes.
Por outro lado, o diretor de marketing da Localiza, Herbert Viana Andrade, diz que há espaco para todos neste mesmo serviço, mas o principal diferencial é numa maior confiança da locação. “Acredito que ninguém saia prejudicado. São finalidades diferentes, em que este novo aplicativo disponibiliza o carro para trajeto pequeno. Já a nossa empresa serve para deslocamento maiores, além da confiança de quem está alugando um carro. A locadora por trás é um grande suporte”, comenta Andrade.
No caso de multas durante o período de locação no Parpe, a responsabilidade pelo pagamento do valor e penalidades serão de quem alugou o carro.
Como alugar
O interessado em alugar o próprio carro se cadastra na plataforma, no www.parpe.com.br e preenche um formulário com as características do veículo. Já o preço é estipulado pelo proprietário do automóvel.
Fonte: Metro Jornal

Translate »