Startup de locação de veículos fatura R$ 10,9 milhões

PPCar projeta expansão para mais seis países até o ano que vem e faturamento de 730,6 milhões de reais até 2023

Num mercado em que quase 80% das pessoas são usuárias exclusivas de aplicativos de mobilidade privada, a PPCar – startup especializada em locação de veículos – surgiu como uma alternativa para pessoas que desejam se tornar motoristas, mas que não têm um automóvel à disposição. Com recursos diferenciados, como o valor, que é pago pelo condutor por semana, o que facilita o fluxo de caixa pessoal, além da ausência de consulta ao SPC e ao Serasa, a empresa faturou 10,9 milhões de reais no primeiro semestre de 2018, e tem previsão de encerrar este ano com mais de 30 milhões de reais de faturamento. Atualmente, a empresa que já atingiu mil e quinhentas assinaturas, já expandiu as suas operações para México e Portugal, e prevê movimentar 730,6 milhões de reais até 2023.

O Brasil é o país onde existem mais de 13 milhões de desempregados, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), onde os aplicativos de mobilidade se constituem na principal fonte de renda de milhares de pessoas – são 12 milhões de corridas por mês, com uma contingência de 1 milhão de condutores. O levantamento divulgado pela Quantas Pesquisas e Estudos de Mercado, a pedido da Cabify, sinaliza o tamanho desse setor, pois aponta que 76% dos entrevistados são usuários exclusivos de aplicativos de mobilidade na capital paulista.

Foi neste promissor mercado que o português Alexandre Ribeiro, CEO e fundador da PPCar, encontrou uma oportunidade de empreender no Brasil, e criar uma organização com visão expansionista e lucrativa. “Durante uma viagem utilizando o Uber em São Paulo, conversei com um motorista que me apresentou as principais necessidades e dificuldades desses profissionais, e me fez enxergar o potencial gigantesco desse mercado”, conta Ribeiro.

O primeiro passo dado pelo empreendedor foi testar o modelo de negócio, colocando 10 carros com perfil executivo para rodar. O teste inicial foi positivo, pois o lucro líquido chegou a R$ 40 mil ao mês. “Essa iniciativa comprovou o que já imaginávamos, que havia uma alta demanda por automóveis e, portanto, uma grande oportunidade de mercado”, conta o empresário, que não parou de investir no setor desde então. Após essa fase, a empresa passou por algumas mudanças até chegar no modelo de negócio que tem hoje.

Entre as principais vantagens oferecidas pela PPCar aos condutores está o modelo de assinatura com pagamento semanal, que auxilia no fluxo de caixa dos profissionais. “Como o pagamento dos aplicativos é feito semanalmente, optamos por oferecer essa comodidade aos condutores, dessa forma, facilitamos o processo de locação para eles”, comenta Ribeiro. A PPCar conta com preços a partir de R$ 459 (a depender do tipo de assinatura escolhido), no plano com quilometragem de até 1167 km semanal, e valor de km adicional de 0,36 centavos, mais baixo que as outras locadoras. O preço cobrado em caso de sinistro é de apenas R$ 500.

Entre os principais diferenciais oferecidos pela empresa também está o processo de locação facilitado para a aprovação de motoristas, no qual a consulta aos órgãos de proteção ao crédito (SPC e Serasa) não é realizada, já que o modelo de pagamento pelo aluguel do veículo é pré-pago. “O nosso modelo de negócio facilita esse tipo de iniciativa, atualmente a nossa inadimplência é inferior a 1%”, comenta Liandra Boschiero, Country Manager da PPCar no Brasil. A empresa conta com uma dinâmica de avaliação rápida dos condutores, com resposta e contrato quase imediatos.

A rentabilidade do negócio também é assegurada pelo alto investimento em tecnologia, pois a PPCar criou um processo de recuperação de veículos eficaz, que contempla o uso de software de reconhecimento facial, entre outras ações. As iniciativas fizeram com que as despesas com roubo de veículos representassem menos que 1% dos custos mensalmente. “Esse é um sistema inteligente que busca e analisa os dados da pessoa que está retirando o automóvel”, explica Ricardo Vilela, Diretor de Tecnologia. A empresa também conta com um software exclusivo, em que informações são cruzadas, para aprimoramento dos serviços prestados.

A previsão da PPCar diante do aumento significativo da base de clientes, é faturar 116,8 milhões de reais no próximo ano e, até 2023, o negócio projeta movimentar 730,6 milhões de reais. Atualmente, a PPCar está no Brasil, México e Portugal, presente nas cidades de São Paulo (SP), Santos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Lisboa (Portugal) e Cidade do México (CDMX). Nos próximos meses, a empresa vai expandir ainda mais a atuação em território nacional, com o início das operações nas cidades de Caxias do Sul (RS), Curitiba (PR), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Salvador (BA). Até 2019, a PPCar vai ampliar a presença internacional, com a oferta de serviços para Argentina, Chile, Equador, Panamá, Peru e República Dominicana.

Fonte: Empreendedor

 

Translate »