Comprar um carro na locadora, vale a pena?

Entenda as vantagens e desvantagens de comprar um modelo que já fez parte de uma frota de aluguel

Por MARIA CLARA DIAS (COM JULIO CABRAL)

Mesmo com a expansão dessa opção, comprar um carro em locadora ainda é motivo de insegurança para muitos. Comprar um veículo que já tanto rodou pelas ruas e com diferentes motoristas atrás do volante realmente parece um negócio um pouco incomum, mesmo com preços mais acessíveis. Afinal, vale a pena comprar um usado em locadora?

A venda tende sim a ser vantajosa, por tratar-se de um automóvel usado com baixa quilometragem e pouco tempo de uso. De acordo com o presidente da Unidas, Luis Fernando Porto, a venda de seminovos vai à contramão das oscilações do mercado de veículos novos, já que na Unidas, a venda de usados teve um crescimento de 250% em relação ao ano passado.

Esses carros são mais baratos somente por serem mais rodados? Não necessariamente. Por movimentar uma grande frota de modelos em um curto período de tempo, as locadoras conseguem, na maioria das vezes, descontos vantajosos com as montadoras, o que consequentemente derruba os preços dos veículos também na hora da revenda.

“Comprar um veículo seminovo em uma locadora é algo vantajoso, entre outras razões, pela confiabilidade”, afirma José Carlos Batista, diretor de vendas da Localiza Seminovos. Para ele, quando compramos um veículo de um desconhecido, não sabemos ao certo se as revisões foram feitas no período certo, se o carro já passou por um sinistro ou teve a quilometragem real alterada. Tais detalhes dispensam preocupação quando o veículo é adquirido em uma locadora.  Na Localiza são comercializados veículos com cerca de 1 ano de uso e quilometragem entre 25 mil a 30 mil km rodados.

A desmobilização das frotas das locadoras costuma acontecer anualmente e de três formas: através de leilões de ofertas, venda para lojistas ou a venda direta para o consumidor. “Para as duas primeiras, são destinados veículos com maior tempo de uso e desgaste um pouco maior, mas quando se trata de lojas de seminovos, os veículos em melhores condições, com baixa quilometragem (30 ou 40 mil km rodados) e fácil comercialização são os escolhidos”, explica Paulo Miguel Junior, presidente da ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis).

O fato é que concessionárias e locadoras não competem entre si. Enquanto em uma loja de seminovos, é possível encontrar carros de uma grande variedade de anos de fabricação, nas locadoras a idade média da frota é de 18 meses. Então de uma forma geral, os modelos são aqueles com até 2 anos de uso, o que ainda os deixa cobertos pela garantia de fábrica e também há revisões feitas pelas próprias locadoras.

Vantagens

Preço
A principal vantagem é, com certeza, o preço. Um carro usado comprado em locadoras tende a custar até 10% a menos que por outros meios de compra, como anúncios na internet, por exemplo. Além disso, as locadoras oferecem garantia de 90 dias, como já concedido por concessionárias comuns e conforme amparado na Lei de Defesa do Consumidor. Além disso, vale mencionar que por movimentar uma grande escala de vendas, as locadoras tendem a receber condições vantajosas de financiamento junto aos bancos.

Histórico não é preocupação
Diferente de quando compramos o veículo em uma concessionária ou diretamente com o antigo proprietário, o histórico não é uma preocupação nesse caso. Sabendo que o veículo vem diretamente da montadora para a frota de aluguel, sem quilometragem alterada, a ficha limpa acaba se tornando uma grande vantagem. Para Luis Fernando, presidente da Unidas, esse é justamente o grande diferencial das locadoras em relação às demais revendedores de veículos: “no caso das locadoras, a garantia, a procedência,  manutenções em dia e revisões são a vantagem” afirma.

Desvantagens

Poucas opções: Apesar de já estarem tentando reverter essa realidade, as locadoras ainda possuem modelos e cores limitadas na sua frota, na maioria das vezes, ficando no básico preto, branco e prata.

Estado de conservação do carro: O grande receio dos consumidores é que o carro dê problemas com o passar do tempo. Os carros de aluguel têm de fato, um desgaste maior, pois o motorista costuma utilizá-lo uma única vez. Apesar de constatações como essa, Paulo Miguel afirma que a Associação jamais recebeu reclamações formais sobre carros comprados em locadoras.

Gama limitada: Automóveis “premium” e carros de luxo são bem difíceis de se encontrar em locadoras, enquanto os modelos básicos tem uma oferta muito ampla. Sendo assim, se sua ideia é encontrar um veículo premium ou uma versão topo de linha de algum modelo em uma locadora, repense. Sobre a falta de variedade, Paulo Miguel, da ABLA, afirma que a renovação de frota apenas segue o perfil de preferência do consumidor.

O que avaliar
Atentar-se aos detalhes estéticos do veículo é uma dica valiosa. Mas, para analisar a real situação da mecânica do carro, é importante fazer um test-drive, de preferência um prolongado. Além disso, vale lembrar que em uma futura revenda, o preço com desconto também deve ser aplicado, afinal o histórico do carro como veículo de locadora sempre estará lá.

Modelos mais procurados

De acordo com o relatório mensal da Fenabrave (Federação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) os quatro modelos mais vendidos no mercado de usados são, nesta ordem: Volkswagen Gol, Fiat Palio, Fiat Uno, Chevrolet Celta. A tendência seria que os modelos mais procurados nas locadoras siga a mesma linha do mercado de usados, mas alguns destes carros já sairam de linha (caso do Palio e Celta) e dificilmente seriam encontrados em uma locadora, que focam em compactos fabricados atualmente.

Os dados mais recentes da ABLA mostram que em 2016, 10% do total de automóveis e comerciais leves emplacados naquele ano foram destinados à frotas de locadoras.  Para Batista, carros de entrada com motores 1.0 continuam sendo a preferência do público e os modelos mais procurados seguem a tendência dos carros 0 km mais emplacados do país. Dominam os hatches compactos e seus derivados sedãs como Hyundai HB20Chevrolet OnixFord KaRenault Sandero, por exemplo.

 

Fonte: Auto Esporte

 

Translate »