Quem são os ‘ilustres desconhecidos’ entre carros mais vendidos no mundo

Hongguang, Sylphy, Lavida, Octavia estão entre mais ‘populares’ em 2016. Maioria são veículos vendidos na China, líder em emplacamentos.

Toyota Corolla, Volkswagen Golf e Honda Civic figuram entre os 50 carros mais vendidos no mundo em 2016. Mas a lista da consultoria Focus2Move revela outros modelos bem menos conhecidos do público brasileiro que fazem sucesso no exterior. Quantas vezes você ouviu falar no Haval H6? E no Volkswagen Sagitar?

Dos 14 carros abaixo, 9 são exclusivos da China, caso do H6 e do Sagitar. Veja mais sobre eles e outros carros”ilustres desconhecidos”.

Wuling Hongguang – 11º mais vendido

Wuling Hongguang (Foto: Divulgação)
O Wuling Hongguang, 11º da lista, é o carro mais vendido na China. A minivan é produzida desde 2010 pela SAIC-GM-Wuling, uma “joint-venture” formada pelas chinesas Shanghai Automotive Industry Corporation (SAIC) e Liuzhou Wuling Motors junto com a General Motors China. Na Índia, ela é chamada de Chevrolet Enjoy.

Ela é vendida com motor 1.2 litro, de 86 cavalos, ou 1.4, de 102 cv, ambos com câmbio manual. A velocidade máxima apontada para o primeiro é de 140 km/h; do segundo, 150 km/h. A suspensão dianteira é independente, do tipo McPherson.

Haval H6 – 15ºHaval H6 (Foto: Divulgação)

É um SUV da marca Haval, que se descreve como “a número 1 em SUVs na China”, desde 2003, e pertence à Great Wall Motors, que já pensou em vender carros e até ter fábrica no Brasil no “auge” das chinesas no país, em 2010, antes do”superIPI”, quando o imposto foi aumentado para carros de fora do Mercosul e do México.

O motor é um 1.5 de 110 cavalos. Há recursos como partida por botão, controle de estabilidade e câmera de ré.

Volkswagen Lavida – 17ºVolkswagen Lavida (Foto: Divulgação)

A Volkswagen tem nada menos do que 13 sedãs à venda na China. O mais vendido deles é o Lavida. Ele é bem parecido com o Jetta (vendido por lá em mais de uma configuração) e foi criado especialmente para o mercado chinês.
Também tem o “título” de modelo mais bem sucedido da Volkswagen lá. Ele é produzido pela Shanghai Volkswagen, que é uma “joint venture” da montadora alemã com a chinesa SAIC, aquela que tem parceria também com a GM.
O modelo foi lançado em 2008 e está em sua 2ª geração. Tem ainda uma versão perua, a Gran Lavida. Os motores são 1.6, de 104 cv, e 1.4 turbo (TSI), de 130 cv. Há opção de câmbio manual, automático ou automatizado de dupla embreagem(DSG).

Buick Excelle – 23ºBuick Excelle (Foto: Divulgação)

O Excelle é o modelo mais bem sucedido da parceria da GM com a chinesa SAIC. É o carro mais vendido da GM na China, o que lhe garantiu presença na lista entre os mais vendidos no mundo até 2016. Mas o sedã não deve repetir o feito neste ano: ele deixou de ser produzido em agosto do ano passado.
Parece estranho um veículo que vende bem não ser mais vendido. A justificativa é que a Buick quer manter a imagem de marca premium, e o Excelle era uma opção barata da fabricante. Um dos últimos baseados na sul-coreana Daewoo, que foi adquirida pela GM em 2001.
Durante os 13 anos em que esteve em linha, foram quase 2,7 milhões de unidades vendidas. No último ano/modelo, era oferecido com motores 1.5 e 1.4 turbo.

Nissan Qashqai – 26ºNissan Qashqai (Foto: Divulgação)

O SUV de origem japonesa foi especulado no Brasil algumas vezes, sem nunca, no entanto, ter a venda por aqui confirmada pela Nissan. O utilitário, no entanto, é o Nissan mais vendido no mundo, graças aos números expressivos na Europa.

Skoda Octavia – 27ºSkoda Octavia (Foto: Divulgação)

Bem pouco conhecida do público brasileiro, a empresa é mais uma das marcas do grupo Volkswagen. Com sede na República Tcheca, a Skoda é tradicional na Europa – seu principal mercado, seguido pela China. O Chile também importa carros da marca.
Seu modelo mais vendido em todo o mundo é o Octavia. O hatch compartilha a plataforma com o Audi A3 e o Volkswagen Golf, e é oferecido com motores 1.4, 1.8 ou 2.0 (sempre com turbo) ou 2.0 diesel.

Nissan Sylphy – 33ºNissan Sylphy (Foto: Divulgação)

O nome Nissan Sylphy é um total desconhecido dos brasileiros. Mas ele nada mais é do que o Sentra vendido no mercado asiático. Oferecido desde 2000, tem motores 1.6 e 1.8, com câmbio manual ou CVT, o Sylphy tem como principais mercados o Japão, as Filipinas e a China. Neste último país, inclusive, tem duas gerações à venda.

Nissan Rogue – 35ºNissan Rogue 2017 (Foto: Divulgação)

Outro SUV global da Nissan, o Rogue está na segunda geração. Maior que o Qashqai, ele oferece a opção da terceira fileira de bancos (totalizando) 7 lugares. O motor é um 2.5 litros de 172 cavalos.
Nos EUA, tem ainda uma versão híbrida (com um motor a combustão e outro elétrico) com potência combinada de 178 cv.

Baojun 730 – 37ºBaojun 730 (Foto: Divulgação)

A minivan de 7 lugares é mais um produto da “joint venture”da GM com a SAIC e a Wuling para o mercado chinês. Ela foi lançada em 2014, destacando que sua terceira fileira de bancos acomoda 3 adultos (normalmente as minivans de 7 lugares conseguem levar 2 na última fileira).

Mazda CX-5 – 38ºMazda CX-5 (Foto: Divulgação)

Mais um SUV na lista dos carros mais vendidos no mundo. O modelo da japonesa Mazda foi revelado no Salão de Frankfurt de 2011. Feito a partir da mesma plataforma dos Mazda 3 e 6, ele foi o primeiro a incorporar a nova identidade visual da marca. No ano passado, chegou à segunda geração.
A Mazda é uma das poucas grandes marcas japonesas que não estão no mercado brasileiro. Ela já vendeu carros no país, com a reabertura para importações nos anos 90. A montadora também foi parceira da Ford entre 1979 e 2010.

Volkswagen Sagitar – 42ºInterior do Volkswagen Sagitar é semelhante ao do Jetta brasileiro (Foto: Divulgação)

Mais um modelo dedicado ao mercado chinês, o Sagitar não apenas parece o Jetta, como é basicamente a 5ª geração do sedã, mas com outro nome. Ele é vendido pela parceria da Volks com a FAW. Tem, na maior parte de suas versões, motor 1.6 aspirado, mas há também opção de motor turbo.

GAC Trumpchi GS4 – 47ºGAC Trumpchi GS4 (Foto: Divulgação)

O SUV mais vendido da chinesa GAC tem visual moderno e é recheado de equipamentos. As versões mais caras possuem 6 airbags, ar-condicionado digital, botão para acionamento da ignição e bancos com ajustes elétricos.
Debaixo do capô, tem um pequeno motor 1.3, dotado de turbo, capaz de entregar 136 cv. Tem porte semelhante ao do novo Hyundai Tucson. São 4,51 metros de comprimento e 2,65 m de entre-eixos.

Baojun 560 – 48ºBaojun 560 (Foto: Divulgação)

O SUV chinês que lembra o Volkswagen Tiguan foi lançado em 2015 como o primeiro modelo deste segmento da marca que é fruto da parceria da GM com a SAIC e a Wuling.
Ele é maior que o utilitário alemão: tem 4,64 m de comprimento e 2,75 m de distância entre-eixos, equivalentes a um Land Rover Discovery Sport. No entanto, não é um modelo que se destaque pela potência: o motor é um 1.8 de 135 cv.

Volkswagen Santana – 49ºVolkswagen Santana (Foto: Divulgação)

Não, este Volkswagen Santana não é o velho conhecido dos brasileiros. Este é um sedã vendido exclusivamente na China – ele até foi especulado no Brasil, mas nunca teve as vendas confirmadas por aqui.
Ao contrário do Lavida e do Sagitar, o Santana é produzido pela Saic Volkswagen, uma joint-venture diferente da empresa alemã no país asiático.
Relacionando com os modelos brasileiros, o Santana ficaria entre o Voyage e o Jetta. Ele é vendido com motores 1.4 e 1.6.
Translate »