Arval Brasil conclui aquisição de empresa chilena e projeta crescimento de 15% em 2016

arval

O segmento de terceirização e gestão de frotas leves não deve ser prejudicado pela atual crise econômica. É o que indicam as projeções da Arval, multinacional francesa do segmento de gestão de frotas, que espera crescer 15% em 2016, tanto em faturamento, quanto em crescimento dos veículos gerenciados.
 
Ainda em 2015, quando registrou um crescimento próximo a 10% de sua frota, a empresa iniciou o processo de aquisição da chilena Relsa, o que possibilitou iniciar 2016 com uma frota de 20 mil veículos no Brasil.
 
Conforme Ricardo De Bolle, diretor comercial da Arval, é possível manter boas expectativas para o setor de terceirização e gestão de frotas mesmo diante de um cenário econômico instável. “O fato é que empresas que partem para a terceirização podem reduzir até 21% ao mês seus custos diretos e indiretos com os carros. O custo mensal de um automóvel comprado para frota, em 36 meses, é, em média, de R$ 2,3 mil por mês à empresa proprietária. Se o veículo for locado, esse valor mensal cai para R$ 1,8 mil. A economia se dá por diversos motivos, entre os quais, ganho em escala, impostos, eficiência e também pelo fato do cliente poder investir, hoje um capital imobilizado, no seu próprio negócio”, explica o executivo.
 
Apesar dos benefícios, terceirização ainda é tímida no Brasil
Dos estimados 5 milhões de veículos corporativos em operação no País, apenas 6,2% – ou 300 mil carros – pertencem a empresas do setor de locação. Ainda dentro desse pequeno universo existe uma nítida divisão entre empresas especialistas e generalistas, esta última e na sua maioria, oriundas de outros mercados ligados a veículos. Para Ricardo De Bolle, o avanço da terceirização dos carros corporativos em empresas de diversos segmentos ainda esbarra na cultura patrimonialista do empresário brasileiro que valoriza o carro como um bem. “Este cenário vem mudando aos poucos ao longo dos últimos anos, porém com uma forte tendência de aceleração em função do atual cenário macroeconômico graças à economia real dos custos de operação de uma empresa”, afirma.
 
2015 também foi um ótimo ano para a Arval no mundo, com forte crescimento orgânico e externo
Em termos de crescimento orgânico, a frota locada da Arval aumentou 8,3%, superior à meta de 6% estabelecida no final de 2014. Este crescimento foi impulsionado por países como o Reino Unido (aumento de 19%), Europa Central (República Checa, Hungria, Roménia e Eslováquia), Turquia, Suíça e Luxemburgo, que apresentaram taxa de crescimento de dois dígitos. Este desempenho é, em parte, devido ao sucesso de ofertas através de Soluções para PME, que cresceu 14%, e agora representa 17% da frota global da Arval, bem como o cross-selling com o Banco BNP Paribas e os países BRICT – Brasil, Rússia, Índia, China e Turquia.  Em termos de crescimento externo, a aquisição das atividades da GE Capital Fleet Services na Europa foi um grande evento para a Arval, adicionando mais de 160.000 veículos locados, consolidando sua posição em 11 países, incluindo a Alemanha, onde a Arval agora é líder em full service leasing, e Suécia. O plano de integração baseado no programa estratégico “One Arval” aliado ao objetivo de oferecer uma excepcional qualidade de serviço aos clientes, tem atraído grande entusiasmo e compromisso de toda a equipe. 
Além disso, a Arval finalizou em 2015 sua joint-venture com a Jiutong na China. Já o acordo com a Relsa, que incluiu ainda a formação de uma joint-venture no Chile e no Peru, garantindo nestes países uma operação conjunta, possibilitou  empresa alcançar 30.000 veículos na região da América Latina. “Todas estas operações são realizadas no contexto da aliança global Element – Arval, o maior ator da nossa indústria em escala global”, diz o CEO da Arval, Philippe Bismut.
 
Dados globais

  • Aumento de 8,3% na frota locada da Arval com 785.000 veículos em todo o mundo.
  • 255.444 veículos encomendados (9% a mais que em 2014); 189.200 veículos vendidos (3% a mais que em 2014).
  • 10% de crescimento da Arval Brasil com mais de 17.500 veículos terceirizados.
  • Aquisição das atividades da GE Capital Fleet Services na Europa garantiu para a Arval uma frota terceirizada total de 949.000 veículos no final de 2015. No Brasil, a aquisição da chilena Relsa garantiu para a Arval 3,000 novos veículos, atingindo uma frota de mais de 20.000 veículos no país. No Chile e no Peru as empresas optaram por uma joint-venture.

 
Sobre a Arval
Fundada em 1989 e parte do grupo BNP Paribas, a Arval é uma empresa especialista em terceirização de frotas. Em 2015, a empresa conquistou um crescimento de 10% em sua frota e espera um crescimento de 15% em sua frota e faturamento em 2016. A Arval oferece a seus clientes – sejam eles empresas pequenas, médias, grandes ou internacionais – soluções personalizadas para otimizar a mobilidade de seus colaboradores, redução de custos e terceirizar riscos associados à frota de veículos. Consultoria especializada, disponibilidade e qualidade de serviços, bases do comprometimento da Arval com seus clientes, são entregues em 28 países por mais de 5.500 colaboradores. A frota total de veículos gerenciados pela Arval soma mais de 949 mil veículos pelo mundo (dados de dezembro de 2015). A Arval é membro fundadora da aliança global Element-Arval, a maior aliança estratégica da indústria e a líder mundial com 3 milhões de veículos em quase 50 países. Dentro do Grupo BNP Paribas, a Arval se insere na divisão de Retail Banking & Services. (www.arvalbrasil.com.br).
 
 
Fonte: www.approach.com.br
 

Translate »
WhatsApp chat