Viagens de luxo agora também oferecem opção de assinatura

O que as viagens de luxo agora têm em comum com compras de supermercado e streaming de música? O modelo de assinatura. Em meados de julho, a Inspirato, com sede em Denver, capital do Estado do Colorado, nos Estados Unidos, lançou o Inspirato Pass, que permite aos clientes reservar estadias ilimitadas em casas de veraneio de luxo, além de redes de hotéis cinco estrelas, como o Ritz Carlton, a partir de US$ 2,5 mil por mês sem ter que pagar diárias ou taxas extras.

O mercado de comércio eletrônico por assinatura mostrou forte crescimento na última década, gerando mais de US$ 2,6 bilhões em vendas em 2016, segundo um relatório de 2018 da McKinsey & Co. Cerca de 15% dos consumidores on-line se inscreveram para uma ou mais assinaturas mensais. Mas, embora empresas de serviços por assinatura, como Netflix, Blue Apron e Dollar Shave Club, sejam amplamente conhecidas, esse modelo ainda não se tornou comumente usado no setor de viagens.

Existem ofertas no mercado como a da FinalPrice, criada em 2017 para oferecer ofertas de hotéis, voos e aluguel de carros por US$ 99 ao mês e o Flightpass, um passe válido para 10 voos que foi testado pela Lufthansa Innovation Hub em 2017. Há também muitas opções de assinatura no setor de jatos particulares. O Inspirato Pass, no entanto, marca a estreia do setor de viagens de luxo com o modelo.

O fundador e presidente da Inspirato, Brent Handler, teve a ideia como uma maneira de resolver um problema comum em viagens de luxo: reservas não preenchidas, especialmente na alta temporada. Ele viu esse fenômeno nos negócios de sua empresa, que utiliza aluguéis de longo prazo para administrar US$ 1 bilhão em residências e quartos de hotel. O objetivo da Inspirato é criar uma experiência de férias completa e confortável para famílias ou grupos de amigos, geralmente em casas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
WhatsApp chat