Novo plano da Uber para se tornar rentável atrai elogios de Wall Street

(Reuters) – A ação da Uber subia nesta sexta-feira após a empresa divulgar um ambicioso plano para se tornar rentável até o fim do ano, um ano antes da meta anterior, na tentativa de acabar com as dúvidas de Wall Street sobre sua viabilidade a longo prazo.

As ações da Uber, que caíram quase 50% no final do ano passado em relação ao valor de estreia na bolsa, saltavam mais de 7% nesta tarde, conforme investidores se animavam pelo agressivo plano da empresa de cortar custos.

O presidente-executivo Dara Khosrowshahi também tem como objetivo atrair mais clientes leais e tentar aumentar o uso de serviços premium.

“Damos à Uber (e seu conselho) um grande crédito por finalmente ouvir os investidores e acabar com seus hábitos de consumo iguais aos de um roqueiro dos anos 80”, disse a corretora Wedbush Securities.

Khosrowshahi tenta mudar a imagem da empresa desde que substituiu o co-fundador Travis Kalanick em 2017, depois de uma série de reclamações sobre seu comportamento.

“Acreditamos que o foco em corridas de qualidade mostra disciplina, como a Uber enfatizou, e a era do crescimento a todo custo acabou”, disseram analistas do JP Morgan.

Pelo menos 10 corretoras aumentaram o preço-alvo dos papéis da empresa depois que a Uber divulgou resultados trimestrais que superaram as estimativas.

Ainda assim, alguns analistas permaneceram céticos sobre os investimentos da Uber no mercado altamente competitivo de entrega de alimentos, no qual entrou apenas alguns anos atrás.

Eric Ross, analista da Cascend Securities, disse que preferia a ação da concorrente menor Lyft porque a empresa não investe em caros projetos paralelos.

A Uber também enfrenta investigações regulatórias sobre a categorização de seus motoristas como terceirizados, quando trabalham efetivamente em tempo integral na empresa.

A Uber espera um prejuízo de mais de 1 bilhão de dólares este ano.

FONTE: Notícias R7

Translate »
WhatsApp chat