Cade aprova joint venture de aluguel de carros da Cosan (CSAN3)

A operação consiste na formação de uma joint venture – denominada Mobitech – entre a Porto Serviços e a Cosan. O objeto principal será o aluguel e a terceirização de veículos ou frotas de veículos.

 

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o ato de concentração envolvendo a Porto Serviços e Comércio S.A e Cosan (CSAN3). O despacho pela aprovação está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 22.

A operação consiste na formação de uma joint venture – denominada Mobitech – entre a Porto Serviços e a Cosan. O objeto principal será o aluguel e a terceirização de veículos ou frotas de veículos.

As atividades pretendidas para a Mobitech consistem na locação de veículos nas seguintes modalidades: “por assinatura” – locação de veículos em que o aluguel é realizado por médio ou longo prazo a partir de uma taxa de assinatura, por exemplo, mensal; “Rent a car” – locação de veículos por curto prazo e distâncias médias entre cidades; “gestão de frota de veículos” – trata-se de locação de veículos leves e pesados para clientes corporativos. Bem como a compra e venda de veículos e atividades correlatas.

Segundo o parecer da superintendência do Cade, como justificativa para a operação. No caso da Porto Serviço, a transação “fortalecerá o caráter competitivo no setor de mobilidade brasileiro”. “Já o Grupo Cosan entende que a Operação Proposta representa uma forma de contribuir para acelerar o desenvolvimento das pretendidas atividades da Mobitech. Por meio de contribuições ao capital e aproveitamento de sinergias do portfólio e da experiência das Requerentes.”

Joint venture Porto e Cosan

suno.com.br

Translate »
WhatsApp chat