Citroën Ami: elétrico é sucesso no Reino Unido e vai para os EUA

Na Europa, o aluguel ou assinatura do Citroën Ami  é muito barato e dispensa o porte de CNH. No Brasil exigiria apenas a ACC (Autorização para Condução de Ciclomotor).

 

 

Embora estranho a princípio, parece que o Ami se tornou mais uma das boas sacadas da Citroën nos últimos anos. O micro carro elétrico da marca parisiense ainda nem chegou ao mercado chinês, mas revela potencial para mudar a mobilidade urbana.

O pequenino do duplo chevron ganhou dois destaques esta semana, sendo um muito importante para a Stellantis, que é o retorno da presença francesa nos EUA. Antes da fusão, a PSA já havia introduzido o programa Free2Move de compartilhamento de veículos nos states. O anúncio foi feito através do LinkedIn.

Isso também foi feito no Brasil e ficou no limbo, mas na “América”, a coisa toma outra dimensão com o pequenino Ami, que é agora a proposta da Stellantis para carros de assinatura e compartilhamento nos EUA.

Com dois lugares, o simpático Citroën Ami – nome usado em outro carro da marca no passado, um derivado do 2CV – é totalmente elétrico e tem proposta de ser um veículo de deslocamento urbano de baixa velocidade.

Na Europa, o aluguel ou assinatura do mesmo é muito barato e ele até dispensa o porte de CNH, sendo que no Brasil ele exigiria apenas a ACC (Autorização para Condução de Ciclomotor).

Medindo apenas 2,5 m de comprimento, 1,5 m de largura e 1,5 m de altura, o Citroën Ami pesa somente 425 kg e velocidade limitada a 45 km/h.

Fabricado no Marrocos, o Citroën Ami ainda não teve o custo de locação divulgado nos EUA, mas lá os demais carros do programa custam US$ 50 a diária ou US$ 350 mensais. Por ter incentivos, acreditamos que ele será mais barato que isso.

No Reino Unido, o Ami já tem 8.000 interessados, mas não em alugar ou compartilhar o carro e sim em comprá-lo. Na França ele custa € 6.000, enquanto na Espanha sai por € 7.200.

Lá, estima-se que a diária para aluguel fique em £ 20 mensais com sinal de £ 2.500. Na França são € 2.644 com € 19,99. Por ora, não há planos conhecidos para o Ami no Brasil, mas seria interessante usá-lo em alguns centros do país.

Fonte: Notícias Automotivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
WhatsApp chat