Mais de 20% das locadoras oferecem carro por assinatura

A Abla, Associação Brasileira das Locadoras de Veículos, divulgou pesquisa no final de 2021 sobre as consequências da pandemia no setor.

 

O levantamento mostrou que 21,3% das locadoras oferecem carro por assinatura (contratos de longa duração para pessoas físicas), 19,9% alugam veículos para motoristas de aplicativos e 19,3% atendem clientes de seguradoras,

Foi a primeira pesquisa do gênero e, por isso, não há comparativos com o período pré-pandemia. Segundo a Abla, mesmo diante das dificuldades decorrentes da Covid 19 para a compra de veículos, em função da falta de semicondutores, 46,3% das locadoras conseguiram aumentar suas frotas.

Outras 30,1% mantiveram o número de veículos em idêntico patamar de antes da pandemia, enquanto 22,6% das locadoras reduziram frotas. Em contrapartida, 60,8% têm intenção de comprar mais carros nos próximos 12 meses, conforme conclusões da pesquisa feita em parceria com a MDA, a mais abrangente já feita no País sobre o setor de acordo com a Abla.

Dentre outras constatações, constatou-se equilíbrio entre as principais modalidades de aluguel de carros presentes no Brasil: 68,9% das locadoras oferecem o aluguel diário para pessoas físicas ou jurídicas  e 65,1% trabalham com a locação de longa duração de frotas inteiras para empresas públicas e privadas, além de órgãos de governo.

“A soma dos índices supera 100% pelo fato de a maior parte das locadoras atuarem ao mesmo tempo nas duas modalidades”, informa o presidente do Conselho Nacional da Abla, Paulo Miguel Junior. “Com relação às maiores dificuldades, a burocracia para compra de veículos ainda é o principal problema do momento, englobando a escassez de modelos 0 km no mercado e a consequente elevação dos preços”.

Entrevistados

A associação informa que foram entrevistados, por telefone, 602 empresários de Norte a Sul do Brasil durante o mês de novembro. A maior parte (47%) do Sudeste, onde se concentra a maioria das locadoras. Seguida do Nordeste (20%), Sul (17%), Centro-Oeste (9%) e Norte (8%).

Com margem de erro de 3%, a pesquisa levou em conta o perfil das locadoras a partir de segmentações de tempo de operação no mercado.  E quantidade de funcionários, faturamento, lojas e pontos de atendimento. Dentre outros aspectos administrativos e de gestão.

Conforme o mais recente censo do setor de aluguel de carros, com estatísticas do Serpro, Serviço Federal de Processamento de Dados, em 2021 as locadoras chegaram a um  total de 1 milhão e 70 mil automóveis e comerciais leves em suas frotas.

Consequências da pandemia no setor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
WhatsApp chat