Movimento reconhece locadora de veículos por seu impacto positivo

Certificação como Empresa B exige práticas e modelo de negócio que tenham boa influência

Por Patricia Pamplona
SÃO PAULO

Uma locadora de carros pode ter um impacto positivo para a sociedade? Na busca por tornar sua atuação mais responsável enquanto mantém a lucratividade do negócio, o diretor-executivo da Rentcars, Francisco Millarch, procurou obter a certificação de Empresa B.

O movimento reconhece negócios que almejam ser os melhores para o mundo e não apenas do mundo. Em sete anos na América Latina, iniciativas de impacto social como a Geekie, que trabalha com educação e integra a Rede Folha de Empreendedores Socioamientais, e grandes empresas como a Natura já foram certificadas.

A Rentcars é uma agência online que conecta mais de cem locadoras de carros a consumidores. Há nove anos no mercado, ela trabalha com parcerias ao redor do mundo e foi a primeira do ramo a receber a certificação.

Para Marcel Fukayama, cofundador do Sistema B Brasil, o reconhecimento a uma empresa fora do que normalmente pode se esperar é exemplo do crescimento do movimento no país. “Temos um dos maiores pipelines de empresas em processo de certificação no mundo. São mais de 4.000 negócios buscando o reconhecimento.”

Ele destaca, no entanto, que este não é um movimento certificador. “Temos atuação sistêmica e, por isso, estamos influenciando mudanças na regra do jogo ao propor nova legislação para mudança de cultura empresarial.”

Já para o líder da empresa, apesar de a certificação ser exigente, o processo não demandou uma grande mudança da atuação da empresa. “Boa parte do questionário foca a parte de ecologia, sustentabilidade, e por natureza não poluímos. Para resto dos desafios não teve nada muito grande, de fato estávamos preparados.”

Para ele, essa preparação foi motivo de orgulho. “Não gosto muito do conceito de mudar de forma premeditada para receber o prêmio. Gosto de ter certificação para comprovar aquilo que já faço.”
Fukayama destaca ainda que qualquer empresa com atividade lucrativa pode usar a Avaliação de Impacto B para analisar e medir seu impacto.

“Eventualmente, essa empresa pode estar elegível a se certificar como Empresa B dentro de critérios estabelecidos”, explica. Ele destaca também que esses negócios podem ter impacto positivo em duas perspectivas: práticas e modelo de negócio de impacto.

No caso de empresas como a Rentcars, elas podem construir sua elegibilidade a partir de suas práticas em governança, colaboradores, impacto ambiental e impacto nas comunidades.

Fonte: Folha de S. Paulo

Translate »
WhatsApp chat